Pau De Arara/Juazeiro (Ao Vivo)

Luíz Gonzaga

fotos
Traduzir a letra da música para:
  • tradução para português
Pau De Arara/Juazeiro (Ao Vivo)
Quando eu vim do sertão,
seu moço, do meu Bodocó
A malota era um saco
e o cadeado era um nó
Só trazia a coragem e a cara
Viajando num pau de arara
Eu penei, mas aqui cheguei
Eu penei, mas aqui cheguei

Trouxe um triângulo, no matolão
Trouxe um gonguê, no matolão
Trouxe um zabumba dentro do matolão
Xote, maracatu, e baião
Tudo isso eu trouxe no meu matolão

Quando eu vim do sertão,
seu moço, do meu Bodocó
A malota era um saco
e o cadeado era um nó
Só trazia a coragem e a cara
Viajando num pau de arara
Eu penei, mas aqui cheguei
Eu penei, mas aqui cheguei
Eu penei, mas aqui cheguei

Juazeiro, juazeiro
Me arresponda, por favor,
Juazeiro, velho amigo,
Onde anda o meu amor
Ai Juazeiro ela nunca mais voltou,
Diz Juazeiro onde anda meu amor

Juazeiro, não te alembra
Quando o nosso amor nasceu
Toda tarde à tua sombra
Conversava ela e eu
Ai Juazeiro como dói a minha dor,
Diz Juazeiro onde anda o meu amor

Juazeiro, meu destino
Tá ligado junto ao teu,
No teu tronco tem dois nomes,
Ela mesmo é que escreveu
Ai Juazeiro eu num güento mais roer,
Ai Juazeiro eu prefiro inté morrer
Ai Juazeiro, ai Juazeiro, ai Juazeiro


Denunciar conteúdo inapropriado
ouvir música adicionar no player
  • Luiz Gonzaga - Pau De Arara/Juazeiro (Ao Vivo)
Estilos: Forró
Publicidade
00:00 / 00:00