Fatumbi Ilha de Todos Os Santos (1998)

União da Ilha (RJ)

fotos
Traduzir letra para:
  • tradução
Fatumbi Ilha de Todos Os Santos (1998) União da Ilha (RJ)
Vem ver, vem ver a bateria arrepiar
Xirê, Sapucaí vai tremer
Pra Fatumbi Ojuobá

Vem ver, vem ver a bateria arrepiar
Xirê, Sapucaí vai tremer
Pra Fatumbi Ojuobá

Vem brilhar, um dom divino
Na regência de Ifá, nasce o filho do destino
E com a Ilha travessa o mar
O navio é negreiro, ô ô ô
E na vinda vem os orixás
Pra surgir nossos terreiros
Na cultura Yorubá nagô, ô ô
Se entrega por inteiro
E se sagrou babalaô
Homem branco feiticeiro

Negro chora, negro ri, amor, amor
Negro é raça, negro é grito
Negro é tão bonito
Fatumbi fotografou

Negro chora, negro ri, amor, amor
Negro é raça, negro é grito
Negro é tão bonito
Fatumbi fotografou

Jubiabá
E com Jubiabá na memória
Muda sua trajetória, vem-se embora
E da Bahia faz o seu canto
Se torna filho de santo, de mãe senhora
E sua obra no candomblé
Mostra a força do nosso axé
E a grandeza dessa nação
Iluminado pela paz de Oxalá
É luz que brilha com seu encanto
É Ilha de Todos os Santos

Vem ver, vem ver a bateria arrepiar
Xirê, Sapucaí vai tremer
Pra Fatumbi Ojuobá



Denunciar conteúdo inapropriado
ouvir música adicionar no player
  • músicas
Publicidade
00:00 / 00:00