Número Restrito

Portal da Serra

fotos
Traduzir a letra da música para:
  • tradução para português
Número Restrito Portal da Serra
(Alô...) (Alô...)

Já é de manhã
Depois de uma noite de amor
Escuto o barulho do chuveiro
Seu telefone a tocar...
O número era restrito
Atendo e a pessoa não responde
Digo 'alô' mais uma vez
Pensando que talvez não tivesse me ouvido
Mas na verdade, era um outro alguém
Que me fez naquele instante
Eu me sentir um ninguém

(Refrão)

Você saí do banho, de cabelo molhado
E um sorriso no rosto dizendo que me ama
Você saí do banho, de cabelo molhado
E um sorriso no rosto dizendo que me ama
Mas o numero restrito, da lembrança não sai...
Não,não,não,não sai

(Alô...) (Alô...)

O que fazer quando se ama?
Se o amor só me faz sofrer
Mas eu aguento calado
Coração tá machucado tentando esquecer
Mas na verdade, era um outro alguém
Que me fez naquele instante
Eu me sentir um ninguém

Você saí do banho, de cabelo molhado
E um sorriso no rosto dizendo que me ama
Você saí do banho, de cabelo molhado
E um sorriso no rosto dizendo que me ama
Você sai do banho, de cabelo molhado
E um sorriso no rosto dizendo que me ama
Mas o numero restrito, da lembrança não sai...
Da lembrança não sai...

(Alô, alô...)



Denunciar conteúdo inapropriado
play vídeo adicionar no player
Estilos: Gaúcha
Publicidade
00:00 / 00:00