Minha Lei (feat. Massao, Apolo & Ogi)

Rael

rael
Traduzir a letra da música para:
  • tradução para português
Minha Lei (feat. Massao, Apolo & Ogi)
[Refrão: Rael]
O rap é minha lei
Desde os tempos de moleque
É o que sei
Meti favela que nem samba canção
Peço a capela em forma de oração
Roda de rima vira celebração
Em cada canto, esquina
Uma versão

[Verso 1: Massao]
É minha lei
Pronto, tá, então tamo
Executando os planos
Tive nessa observando
Vamos nessa meus manos
Não pensem que eu me distanciei
Só precisei de silêncio
Meditar que nem sensei
Pra falar sobre o que sei
Sobre o quanto dediquei
De como é o recomeço
Pelo tanto que andei
Reconheço que errei
Dessas não me arrependo
As forças que encontrei
Essas que te recomendo
Relendo
Entendo tudo como um processo lento
E do fundo desse mundo penso
Quando acendo um incenso
Vagabundo, me convenço
Que o bagulho é denso
SP R-A-P
Sou Massao
No consenso

[Verso 2: Ogi]
E eu domino o terreno
Fogo no seu reino
Sou insane in the brain
E meu verso incêndio
Tentam me alcançar no radar
Mas eu sempre fui avant-garde
E dobro muitas pernas
Feito golpes de muay thai
Ou do Mike Ty-son
Psy-cho
Don't believe the hype
Gueto diamante
Sai som, Jah
Do rap eu sou no soldjah
No clássico boom bap de hey-ho ya
Minha espada afiada
Eu sou um samurai no flow. RÁ!

[Refrão: Rael]
O rap é minha lei
Desde os tempos de moleque
é o que sei
Meti favela que nem samba canção
Peço a capela em forma de oração
Roda de rima vira celebração
Em cada canto, esquina
Uma versão

[Verso 3: Apolo]
O rap é minha lei, também, parça
Provoca e não disfarça
Maloca
Realidade viva
Em cada batida que toca
Foca
Na vida e na voz
De quem nunca teve voz
E rima diz quem tá com nós
Quando geral bota a mão pra cima
Revolução
Cultura em erupção
Com a magia no sorriso
No acorde da canção
Não foi por nada
Que apareceu na minha casa, tio
Chega na sua casa
Mais do que nada
Como nunca se viu
R-A-P é minha lei
Sem vacilo onde andei
Retratei
Já falei
Tá tranquilo
Eu sigo
Me ligo naquilo que sou
Representativo
Comigo onde vou
A bola é perigo
No beat e no flow
Escuto o que digo
É o motivo do show

[Verso 4: Rael]
Jão, me passa o microfone
Que eu desenvolvi
Batida, rima, verso, flow
Ouve aí
Cheguei chegando
Diversoficando
No muro implantando som
Arquitetando que nem Gaudí
Cê viu o exército do rap, também
Usei de farda, calça larga
E a camisa do Wu-Tang
é triste ver o que tem acontecido
Os MCs que não respeitam ninguém
Envaidecido
Se sente sempre o superstar
Bem convencido
Faça os rap, trap lá, pode pá
Mas não comigo
O rap que eu sigo deu voz aos marginais
DJ
(Mostra pra esses cu como é que faz)

[Ponte: Rael]
É pesado
Batida, verso, rima
Tudo embolado
Bem longe dos comédia
E desses arrombado
Não fica de conversa
E nem manda recado
é minha lei
Já falei
(2X)

[Verso 5: Emicida]
Rodando como esse vinil aí
Pela cidade
No apetite
Eu e Rashid
Louco atrás de um beat
Sabe
Aqueles bagulho que eu escancaro
Ir pra Interlagos
Pegar o busão em Santo Amaro
Trombar esses moleques aqui
Se envolver no bolo
Satisfação Dan Dan
Satisfação Criolo
DJ Kiko nas suas MK
O Emicida brincando nas rimas
Ninguém pode vir brecar
Do rolê, clube
Atravessando a cidade
Sabe qual que é o bagulho
Salve os caras sem maldade
As minas vêm também
Pra uma sessão de rima
Que nasce onde
Na Santa Cruz
Amontoado numa esquina
Seu parceiro Emicida
Correndo, improvisando
Daquele jeito, mesmo
Ninguém vai dar comando
Nenhum enquadro pra parar
Pra me brecar
Porque, moleque, o bagulho seguiu do jeito
E vai proliferar


Denunciar conteúdo inapropriado
play vídeo adicionar no player
Rap
Publicidade
00:00 / 00:00